0

Falsas formas de diagnosticar e tratar a APLV

Os charlatões não perdoam =(

Testes para alergia sem evidência científica estão resultando tanto em falsos positivos quanto falsos negativos, colocando pessoas em risco, alertam médicos de uma rede global de pesquisa que publicaram um novo manual para orientar leigos.

Leia na íntegra: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/10/diagnosticos-e-tratamentos-ineficazes-para-alergia-proliferam-diz-cientista.html

6

Paola com 4 meses

11813447_10153421076437357_3821065679001952068_n

Depois de “andar em círculos” por tanto tempo, podemos dizer que enfim fechou-se o diagnóstico de refluxo apenas. Testamos o Aptamil AR e não reagiu, as crises diminuiram, enfim, NÃO é aplv. Estamos aliviados porém refluxo também não é fácil. Ainda assim, crescendo e aprontando como qualquer bebê, a minha pequeninha. Agradeço a todos que comentam, continuarei postando artigos relacionados a APLV sempre que possível! Um abraço!

3

Paola com 2 meses

11254348_10153293312587357_1144900188559431272_n

Passando pra contar as novidades da pequena Paola. Comecei a dieta de exclusão como mencionei no último post e depois de 20 dias fazendo-a descobri que o Equilid, remédio que tomava para aumentar a produção de leite, tem lactose na composição. Ou seja, não fiz a dieta direito… Seu ganho de peso vem sendo o mínimo do normal, no máx 700g mês. Tivemos a vinda de um novo inimigo: logo após o 1º mês começou a ter mais sintomas e diagnosticou-se refluxo portanto iniciamos medicação (label e losec) e melhorou um pouco, mas não tanto quanto esperei; achei que as coisas não poderiam piorar (ledo engano…). Decidimos com a pediatra que testaríamos um leite normal anti refluxo, pra ver se diminuiria, usamos o Nan AR. Tomou só 2 mamadeiras mas já foi o suficiente pra desandar tudo: engasgos, nariz trancado, chiado, mais refluxo e muito mais choro, basicamente após cada mamada. E então? Mamãe com a pulga atrás da orelha decide voltar ao Neocate de complemento e à dieta da exclusão, mas desta vez mais atenta a remédios. Agora esperar pra observar se melhora e aguardar a consulta com a gastropediatra (a mesma que cuidou da Helena) daqui algumas semanas.