Depoimento Thais – mamãe Mateus

Mais um lindo depoimento… obrigada Thais por participar!

Sou Thaís, 27 anos, mãe do Mateus. Ele nasceu de parto cesáreo, com idade gestacional, peso e altura adequados. Não teve nenhuma complicação grave nos primeiros 15 dias de vida, a não ser pela dificuldade em conseguir mamar ao peito. Eu tinha mamilo invertido isso dificultou muito, usamos a técnica de translactação, e depois disto, tivemos êxito.

Com mais ou menos 20 dias de vida, começaram as “cólicas”, Mateus chorava desesperadamente. Eu, apesar de mãe de primeira viagem, sabia que algo não estava certo, mas todos (inclusive os pediatras que procurei) me disseram se tratar das tais cólicas, que passariam em três meses. Os três meses se passaram, mas as cólicas não. Resolvi procurar outro pediatra, meu marido e eu já estávamos desnorteados. Encontramos um pediatra que avaliou o Mateus e descobriu o refluxo oculto, tomou a medicação por um mês e, segundo ele, ficou curado do refluxo, mas o desconforto e inquietação do Mateus não haviam acabado. Dias depois, observei uma assadurazinha que não consegui dar conta dela com as pomadinhas conhecidas, e aí fomos nós ao pediatra de novo. A esta altura do campeonato, Mateus já estava com a pele toda ressecada, com diarréia com sangue e vômitos em jato.  Neste dia, tivemos o diagnóstico da APLV. Saí de lá com a recomendação de evitar leite e derivados, e assim o fiz, mas a melhora não aconteceu. Vasculhei a internet tentando descobrir mais sobre esta tal APLV, e conheci este blog. Ia lendo as pessoas falarem que tinham trocados utensílios de cozinha, eu fiquei em estado de choque. Samanta foi uma das responsáveis por me encorajar a confiar em meu instinto e segui-lo. Eu pensava que seria impossível manter o Mateus longe das proteínas do leite e sendo amamentado. Como não sabia ainda o que consumir, me alimentei com arroz, inhame e batata por 15 dias, e perdi mais de 6 quilos.

Depois que o período de “choque” passou, as coisas foram ficando mais claras, comecei a participar de um grupo de mães de crianças APLV no facebook, e lá, aprendo sobre a APLV até hoje. Troquei utensílios de cozinha, controlei traços nos alimentos e cosméticos, evitei contato do Mateus com as pessoas. Sim, evitei sair até de casa! O Mateus reagia a contato e as pessoas não entendiam que não poderiam colocar as mãos nele estando sujas com alimentos, ou mesmo beijá-lo com batom. Para evitar reações, eu evitei contato com as pessoas até que ele não reagisse mais a contato na pele. Fui rotulada de exagerada, de maluca, de que eu estava com excesso de zelo, mas tudo que fiz valeu a pena. E as pessoas que realmente gostam de nós sempre compreenderam e ajudaram.

Cheguei a procurar alguns especialistas, que sabiam menos de APLV do que o pediatra e por este motivo, hoje o Mateus vem sendo tratado pelo pediatra que o diagnosticou com APLV, e pelos meus instintos. O que eu aprendi com a APLV? Aprendi a confiar em meus instintos, aprendi que eu sou para o Mateus a melhor mãe que ele pode ter, aprendi que o leite pode ser substituído, e seus substitutos fazem seu papel muito bem, rs. Que é responsabilidade nossa se interar sobre a doença para auxiliar no tratamento. Aprendi que existe vida, e vida normal depois da APLV.

Mateus hoje está estabilizado, os sintomas mais graves acabaram, resta apenas a dermatite atópica (pele ressecada), mas esta não me amedronta, hoje sei que ela vai embora quando a cura vier. É muito importante salientar que eu não teria chegado até aqui sem ajuda de meus familiares e amigos. Minha mãe e meu marido fazem a dieta junto comigo e assim me ajudam a garantir o leitinho do Mateus até quando ele precisar. Aos amigos virtuais, que muitas vezes me ouviram e me responderam emails, não é Samanta? Em breve estaremos comemorando a cura por aqui!

Anúncios

8 comentários sobre “Depoimento Thais – mamãe Mateus

  1. Bom dia! Também tenho um bebê diagnosticado com APVL, ainda tenho muitas duvidas e gostaria do contato de vcs mamães. Wattzap 61) 8155-6392

    • Olá vc tem facebook? Se sim procure pelo grupo APLV e alergia alimentar, lá sempre tem mães online dispostas a ajudar!!

  2. Gostaria de saber mais sobre sua experiência pois estou na mesma situação inicial sua. Me assustei um pouco com: afastar o bb das visitas. Nao entendi bem o motivo. Será q também tenho q fazer isto?

    • Olá… na verdade, na questão das visitas, é porque ou vc faz a visita entender que não pode beijar / tocar a criança se consumiu leite ou afastar mesmo, se as reações forem de pele (podem reagir até devido a cremes que a visita passa na mão). Aqui em casa visita chegava e higienizava-se com água, sabonete, álcool em gel e nada de beijinhos. Eu fiz assim, talvez seja meio extremo mas pra mim funcionou, o importante é vc se informar e seguir seu coração também, boa sorte!

  3. Olá, me chamo Michelle e sou mãe da Patrícia de 4 meses. Estou desesperada e precisando de ajuda!!! Minha filha apresentou sangue nas fezes no dia 05/11. Vários exames foram feitos pq suspeitaram até de invaginação intestinal. O diagnóstico de APLV veio em 17/11. Desde 18/11 estou sem leite e derivados, porém o sangue continua. Não tenho mais lágrimas pra chorar, minha filha não tem nenhum outro sintoma!! Com quanto tempo de exclusão dos alimentos os filhos de vcs melhoraram?

    • Oi michele pode demorar semanas pros sintomas sumirem, precisa levar a dieta bem a sério e manter a calma se possível =) boa sorte

  4. Oi gente, minha bebê fez 3 meses ontem e também ontem foi fechado o diagnóstico de APLV. Ela estava tomando o Nutramigen e agora passaremos para o Alfamino. Rejeitou o LM desde o nascimento, consegui insistir por apenas 18 dias. A falta de orientação do pediatra a época nem me fez tentar uma dieta privativa. Pena…

    • Que pena Luciana que não teves orientação adequada… mas desejo que sua bebê fique boa logo logo =) Um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s